Folha de Rosto //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto <p>A ‘Folha de Rosto: Revista de Biblioteconomia e Ciência da Informação’ é um periódico científico publicado pelo Programa de Pós-Graduação em Biblioteconomia (PPGB), através do Mestrado Profissional em Biblioteconomia, da Universidade Federal do Cariri (UFCA). A publicação tem por objetivo divulgar trabalhos inéditos que representem contribuição científica para o desenvolvimento de novos conhecimentos na área de Biblioteconomia, Ciência da Informação e áreas afins.</p> <p>As <strong>submissões</strong> para a Folha de Rosto: revista de Biblioteconomia e Ciência da Informação <strong>são em fluxo contínuo</strong>.</p> <p><strong>Periodicidade:</strong> Quadrimestral</p> Universidade Federal do Cariri pt-BR Folha de Rosto 2447-0120 <p>Ao encaminhar textos à revista, o autor estará cedendo integralmente seus direitos patrimoniais da obra à publicação, permanecendo detentor de seus direitos morais (autoria e identificação na obra), conforme estabelece a legislação específica.</p> <p>O trabalho publicado é considerado colaboração, portanto, o autor não será cobrado pela publicação ou receberá nenhum tipo de pagamento ou pró-labore.</p> <p>Os textos são de responsabilidade de seus autores. Citações e transcrições serão permitidas mediante menção às fontes.</p> Expediente //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/947 Hemerson Soares da Silva Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-23 2022-09-23 i ii Responsabilidade social da informação e Psicanálise do Conhecimento Científico na pesquisa //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/946 Sérgio Rodrigues Santana Hemerson Soares da Silva Bárbara Larissa Alexandre Filgueira Mota Izabel Lima dos Santos Maria Cleide Rodrigues Bernardino Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-23 2022-09-23 1 12 Ciência da Informação e o indivíduo privado de liberdade //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/766 <p class="Resumo" style="margin-bottom: 6.0pt;"><span style="color: black;">Objetiva tratar o ambiente da prisão como um campo fértil para estudos na Ciência da Informação e as possíveis contribuições da área para as pessoas em privação de liberdade. Destarte, por meio de revisão de literatura pautada nos pressupostos teóricos da área, com ênfase no paradigma social, visou apresentar os sujeitos em privação de liberdade como pessoas que necessitam e têm direito ao acesso à informação, utilizando a mediação como possibilidade de favorecer o retorno dessas pessoas ao convívio em liberdade. Deste modo, contextualiza-se a informação no ambiente prisional e defende-se a pertinência da inclusão desses sujeitos na agenda de pesquisa da Ciência da Informação, sob o pressuposto do seu caráter social. Os resultados demonstram que esta área do conhecimento, pode contribuir efetivamente para uma melhor compreensão dos fenômenos informacionais que permeiam o ambiente prisional. Pautado na mediação da informação há possibilidades de desenvolver ações que promovam a melhoria do acesso, uso e apropriação da informação, podendo possibilitar o desenvolvimento pessoal, profissional e social dos sujeitos privados de liberdade, favorecendo a vivência no cárcere e o retorno à sociedade. Conclui-se que a inclusão desses sujeitos informacionais na agenda de pesquisa da Ciência da Informação, poderá contribuir para minorar a exclusão informacional vivenciada nos estabelecimentos penais e ampliar o horizonte de ações desenvolvidas em prol de auxiliar na inclusão social das pessoas em privação de liberdade.</span></p> Francisca Liliana Martins de Sousa Jefferson Nunes Veras Maria Giovanna Guedes Farias Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-06 2022-09-06 13 30 10.56837/fr.2022.v8.n2.766 Pessoas com deficiência e o acesso à informação durante as atividades remotas na Universidade Federal do Ceará //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/761 <p><span style="font-weight: 400;">Introdução: Discute questões relacionadas aos estudos de usuários, protagonismo e empoderamento social, a partir de uma pesquisa voltada à comunidade de pessoas com deficiência da Universidade Federal do Ceará (UFC) durante a pandemia do novo coronavírus (COVID-19). Objetivos: Tem como objetivo geral descobrir se existem e quais são os desafios envolvendo o uso e acesso à informação a comunidade de Pessoas com Deficiência na UFC durante as atividades remotas. Como objetivos específicos pretende a) analisar se houve material e métodos acessíveis; b) investigar se a comunidade estudada possui condições estruturais, tecnológicas e psicológicas para realização das atividades remotas e c) identificar se a comunidade estudada possui agentes de acessibilidade. Metodologia: Foi realizada uma pesquisa bibliográfica e documental para a construção de referencial teórico e optou-se pela pesquisa de caráter exploratório, com uma abordagem qualitativa. Utiliza o formulário eletrônico como instrumento de coleta de dados, com questões objetivas e subjetivas.&nbsp; Resultados: Houve dificuldades relacionadas à acessibilidade de diversos tipos durante as atividades remotas, por outro lado, existiram facilitações em decorrência do uso de Tecnologia Assistiva. Conclusão: A realização dos estudos de usuários é fundamental para compreender de maneira sistêmica e holística as nuances que envolvem os usuários da informação. O bibliotecário nesse contexto é o profissional que pode operacionalizar tais estudos, para a partir disso promover políticas de inclusão, integração e acessibilidade.</span></p> Italo Teixeira Chaves Flávio Sousa de Andrade Junior Raquel Gomes Justino de Siqueira Giovanna Rocha Fernandes Maria de Fátima Oliveira Costa Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-07 2022-09-07 31 58 10.56837/fr.2022.v8.n2.761 Proposta de metadados descritivos no âmbito do processo de construção de um repositório digital para um bairro educador //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/562 <p>A representação descritiva de recursos informacionais de diferentes tipos e formatos é um aspecto fundamental de investigações empíricas e científicas em Biblioteconomia e Ciência da Informação (BCI). Os metadados são elementos fundamentais do processo de catalogação e indexação, e podem ser estabelecidos de acordo com códigos específicos de descrição ou esquemas de metadados como o Dublin Core (DC). O levantamento de conceitos utilizados neste trabalho foi concebido de modo qualitativo por meio de pesquisa exploratória e documental, concebida a partir de levantamento bibliográfico na Base Referencial de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação (BRAPCI). A pesquisa exploratória atrelou-se à técnica de coleta de dados na modalidade observação participante por meio de reuniões e outras vivências locais e remotas num bairro educador. O contexto de pesquisa em que se apresenta este trabalho é de processo inicial de implementação de um repositório digital para um bairro educador. O objetivo do estudo científico é propor uma estrutura de metadados descritivos no âmbito do processo de construção de um repositório digital para Heliópolis. Como resultado alcançou-se uma proposta de estrutura de metadados descritivos baseado no formato DC qualificado. Por fim, considera-se que a BCI pode contribuir significatibamente para os processos sistemáticos de preservação da memória social de comunidades periféricas, lideranças e equipamentos comunitários e públicos.</p> Suelen Camilo Ferreira Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-10 2022-09-10 59 85 10.56837/fr.2022.v8.n2.562 O domínio da ética na organização e representação do conhecimento //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/681 <p>A pesquisa objetiva mapear a produção cientifica brasileira que problematiza a dimensão ética, social e política da organização do conhecimento, buscando também identificar as relações sociais entre pesquisadores que permitem configurar o domínio. A pesquisa é bibliométrica, com enfoque quali-quantitativo, com aporte metodológico da análise de domínio. A coleta de dados foi realizada nas fontes: Base de Dados Referenciais de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação (BRAPCI), anais do Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação (ENANCIB) e na série “Estudos Avançados em Organização do Conhecimento” do capítulo brasileiro da International Society for Knowledge Organization (ISKO-BRASIL). Foram recuperados 52 documentos publicados entre 2004 e 2019. A produção científica, embora incipiente, mostra tendencia de crescimento a partir de 2017. A produção nacional é composta por 63 autores que trabalham principalmente em coautoria com pares nacionais, com destaque para redes de colaboração entre orientadores e orientandos de mestrado e doutorado, evidenciando a importância da pesquisa de pós-graduação. As instituições mais produtivas são a Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e a Universidade Federal Fluminense (UFF). As seis categorias temáticas identificadas abrangem desde estudos teóricos sobre a ética e os valores na organização do conhecimento até estudos que identificam vieses e má representação de assuntos e autorias relacionados com raça, etnia, gênero e sexualidade. Conclui-se que os estudos analisados demostram que os processos de organização do conhecimento não são meros “processos técnicos”; eles estão imbuídos de uma dimensão política e social, e devem ser guiados por valores éticos atualizados, que permitam superar as injustiças e a violência contra grupos sistematicamente excluídos.</p> Nancy Sánchez-Tarragó Maria Clara Tavares da Silva Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-10 2022-09-10 86 114 10.56837/fr.2022.v8.n2.681 Organização e representação da informação na catalogação na fonte //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/860 <p>A pesquisa tem como objetivo analisar a organização e representação da informação no serviço e produto da ficha catalográfica ofertado por IES públicas, limitando a pesquisa as bibliotecas centrais da Universidade Federal do Pará e da Universidade Federal Rural da Amazônia. A pesquisa é descritiva quanto ao objetivo, com abordagem quali-quantitativa e de natureza básica. Os procedimentos utilizados foram a pesquisa bibliográfica para construção do referencial teórico com base em Mey (1995), Borges <em>et al</em> (2019), Alves (2009) e, Lima e Alvares (2012). Foi realizado também a pesquisa documental, como o código de Código de Catalogação de Anglo-Americano, a Resolução n. 184/2017 do Conselho Federal de Biblioteconomia e as fichas catalográficas emitidas pelas instituições participantes. Além disso, a aplicação de entrevista por meio de formulário eletrônico fez-se necessário para construção do perfil dos bibliotecários e instituições participantes. Nos serviços de ficha catalográfica disponibilizadas pelas instituições estudadas, observa-se uma variação na aplicação das diretrizes para a elaboração, apesar da fonte de orientação para a representação descritiva do material ser o mesmo para as duas, a AACR2. Além disso, o serviço possui como produto um fruto do trabalho informacional do bibliotecário e ambas ainda não adotam a Resolução nº 184/2017 do conselho, que torna obrigatória a descrição do nome e registro do profissional da informação responsável pela ficha em documentos de qualquer natureza.</p> Eddie Carlos Saraiva da Silva Maika Rodrigues Amorim Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-10 2022-09-10 115 143 10.56837/fr.2022.v8.n2.860 Fotografia como fonte de informação e memória do Bairro Campo Grande, Rio de Janeiro //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/798 <p>O presente trabalho objetiva apresentar a fotografia como uma fonte de informação reconhecida por meio de suas características informacionais. Para que isso ocorra, conceitua fotografia, assim como as fontes de informação utilizando a fotografia como validação teórica, evidenciando a sua importância como material informacional e de preservação histórica por meio da memória. Define memória e a sua importância para a construção e preservação da memória do bairro de Campo Grande, localizado na cidade do Rio de Janeiro e reconhecido como o maior bairro em termos populacionais. Apresenta um breve histórico sobre a construção e o desenvolvimento do bairro de Campo Grande. Seleciona, por meio de material imagético, locais no final do século XX que possuem relevância na construção e no desenvolvimento do bairro. Conclui que a fotografia é de enorme valor como dispositivo de memória individual e social, sendo reconhecida como uma fonte informacional para a história do bairro e do Estado.&nbsp;</p> Mariãn Michely Melo de Lima do Carmo Carla Beatriz Marques Felipe Robson Santos Costa Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-10 2022-09-10 144 163 10.56837/fr.2022.v8.n2.798 Perspectivas e alternativas, a biblioteca popular e comunitária em foco //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/803 <p>As bibliotecas comunitárias são potencializadoras da cultura da paz e de ações inclusivas e sociais; ainda, alinham-se as diretrizes do direito à educação, à cultura, à informação e ao lazer. Na dimensão metodológica, o estudo adentra na abordagem bibliométrica e traz à luz a indagação sobre a eminência do tema ‘biblioteca comunitária’ nos periódicos científicos da Ciência da Informação. O diagnóstico circunda indicadores e dimensiona: i) o alçar temporal do tema nos últimos 20 anos; ii) os períodos científicos; iii) o delinear dos pesquisadores e as palavras-chave mais representativas. Recuperam-se, com a busca no mês de junho de 2021 um rol de 80 artigos no acervo de publicações BRAPCI. O resultado da investigação destaca o ano de 2017 como mais produtivo, somando 11 publicações; a revista RBBD (ISSN: 1980-6949) como principal veículo de comunicação, com 11 itens documentais recuperados; e, uma gama de 51 artigos produzidos por equipe de dois ou três estudiosos. Sobre o rol produtivo, ratifica-se a forma pulverizada do tema entre 156 pesquisadores e 32 periódicos. Nessa via, a temática situa história e memória que cerceiam o alardear da força comunitária para a democratização informacional e, situa formas de empoderamento social e a cidadania ativa – dado proeminência, prospecção e primazia sociocultural e (in)formativa as pessoas.</p> Antonio Luiz Mattos de Souza Cardoso Marcelo Calderari Miguel Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-10 2022-09-10 164 184 10.56837/fr.2022.v8.n2.803 A indexação do acervo digital de imagens da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/867 <p>Apresenta análise da indexação do acervo digital de imagens (grupo amostral) da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (BBM), possuidora de 578 imagens indexadas através do Vocabulário Controlado da USP. O objetivo geral é estudar algumas das teorias de indexação imagética e compará-las com a prática realizada na representação das imagens. O trabalho é realizado através de pesquisa bibliográfica, descritiva e exploratória, já que visa observar o modo de indexação do referido acervo relacionando-o com a teoria estudada por alguns autores da área da Ciência da Informação. Os resultados indicam que a indexação promove adequada representação e de imagens, pois o acervo é pequeno e, mesmo que o Vocabulário Controlado da USP não disponha de termos específicos no campo de indexação imagética, existem outros campos que conseguem suprir essas lacunas. Considera-se que poderiam ser acrescentadas informações e campos descritivos à grande maioria dos documentos, adicionando termos específicos sobre as obras imagéticas e que a Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin poderia utilizar alguma linguagem documentária especializada para o acervo, para maior especificação dos termos indexadores das imagens. Além disso, sugere-se a inclusão de resumos documentários no campo “descrição” das imagens, favorecendo a inclusão digital e auxiliando os usuários na análise e compreensão do conteúdo das mesmas.</p> Giovana Deliberali Maimone Layza Carneiro Dias Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-11 2022-09-11 185 214 10.56837/fr.2022.v8.n2.867 Inventário como instrumento de gestão do patrimônio cultural universitário //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/885 <p>O artigo em pauta busca articular gestão de patrimônios culturais e preservação no âmbito das universidades públicas, considerando que estas vêm sofrendo uma significativa baixa em seus patrimônios culturais, ora causados por incêndio, ora por falta de recursos, entre tantos outros fatores. Todavia, alguns desses acontecimentos não têm recebido por parte da sociedade a atenção devida. Isso se dá, provavelmente, em razão da concepção equivocada que se tem de universidade, o que impossibilita percebê-la sob a ótica também da cultura. Metodologicamente, adotou-se a investigação de caráter bibliográfico e exploratório, com vistas a identificar categorias necessárias à construção de um possível instrumento de inventariação. Nesse aspecto, recorreu-se a instrumentos de representação descritiva já consagrados no âmbito da Arquivologia, Biblioteconomia e do Patrimônio Cultural quer seja material ou imaterial. A partir da análise dos instrumentos de diversas áreas da documentação, verificou-se que, em sua maioria, eles indicam campos descritivos que, juntos, podem contribuir na formalização de padrão de inventariação do patrimônio cultural, sobretudo no âmbito das universidades, possibilitando a elaboração de uma proposta de dados e indicativos de um possível roteiro para composição de um instrumento inventarial que possa ser útil no âmbito das universidades.</p> Lena Leite Dias Bernardina Maria Juvenal Freire de Oliveira Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-15 2022-09-15 215 243 10.56837/fr.2022.v8.n2.885 Mediação de leitura no contexto das bibliotecas universitárias //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/863 <p>O presente artigo objetiva averiguar como está sendo abordada a temática da mediação da leitura literária, no contexto das bibliotecas universitárias, no âmbito do Congresso Brasileiro de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação. Como objetivos específicos, pretendeu-se: identificar trabalhos sobre mediação de leitura em bibliotecas universitárias nos anais das edições de 2017 e 2019 do CBBD; analisar as ações de mediação de leitura descritas nos trabalhos identificados. Para tal, realizou-se um levantamento bibliográfico no Portal da Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições, que recuperou um total de 18 trabalhos sobre mediação de leitura literária em bibliotecas universitárias. Os trabalhos foram analisados tanto de modo quantitativo como qualitativo. Por meio da análise de conteúdo, elencou-se três categorias de análise: Público infanto-juvenil, Biblioterapia e Espaços de leitura.</p> Jéssica Patrícia Silva de Sá Caroline Felema dos Santos Rocha Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-15 2022-09-15 244 267 10.56837/fr.2022.v8.n2.863 Estudo de caso de um sistema de bibliotecas universitárias no contexto público //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/848 <p>O presente artigo discute sobre a inovação em bibliotecas e a contribuição potencial da tecnologia de informação e inovação para melhorar o acesso à informação no Sistema de Bibliotecas- SIBI, de uma Universidade Pública Federal. Essa inovação tem sido reconhecida, no entanto, a realização desse potencial tem sido uma problemática. Neste contexto, o objetivo deste trabalho é conhecer as estratégias executadas no SIBI para gerar inovação e melhorar o acesso ao Sistema nos últimos anos. A abordagem metodológica consistiu em uma pesquisa qualitativa composta por uma revisão da literatura e estudo de caso. A base teórica é fundamentada de esforços realizados para inovar o SIBI, além de aprendizagem, grau de maturidade nos processos, nível de conhecimento e da experiência em gestão de processos e pessoas. As informações relativas ao estudo de caso foram levantadas com o uso de observações e entrevistas fundamentados em artigos publicados anualmente. O caso apresentado ilustra os conceitos apresentados na revisão, assim como a influência do aprendizado no desenvolvimento da inovação e o papel da TI – tecnologia da informação.</p> Fernanda Cristina Gazolla Bem dos Santos Patrick Colpo Acordi Ariel Orlei Michaloski Everton Coimbra de Araújo Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-15 2022-09-15 268 286 10.56837/fr.2022.v8.n2.848 Organização do conhecimento como instrumento de mediação da informação //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/840 <p>A mediação da informação tem um papel fundamental na interação do bibliotecário com o usuário no processo de aquisição da informação. No âmbito da organização do conhecimento, a mediação encontra-se no contexto de produção e utilização da informação, na descrição, análise e representação de conteúdos. A presente pesquisa se justifica considerando a importância da organização do conhecimento no domínio da mediação da informação. Tendo isso, destaca-se como objetivo geral: discutir o conceito de mediação da informação na literatura da organização do conhecimento por meio dos periódicos da <em>International Society for Knowledge Organization</em>. Para tal, foram estabelecidos os seguintes objetivos específicos: a) estruturar o <em>corpus</em> documentário com base nos periódicos da <em>International Society for Knowledge Organization</em>; b) criar fichas para a fundamentar a análise do conceito mediação a partir dos artigos recuperados; c) descrever inferências e interpretações sobre o conceito mediação. A metodologia escolhida para ser aplicada na presente pesquisa foi a análise de conteúdo com base no artigo de Brascher e Café (2010). Foram recuperados 32 artigos para a composição do <em>corpus</em> documentário. Conclui-se que a organização do conhecimento é o passo anterior para a mediação; isto é, sem a organização dos documentos e a construção de um plano mediador com linguagem especializada, não é possível haver mediação da informação.</p> Amanda Mendes da Silva Fernanda Carolina Pegoraro Novaes Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-15 2022-09-15 287 309 10.56837/fr.2022.v8.n2.840 Diálogos intergeracionais como proposta de educação para a Sustentabilidade //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/472 <p>A pesquisa objetiva demonstrar a necessidade de reconhecer a importância da pessoa idosa e sua inserção no meio social. O objeto de estudo é o projeto “Roda de Saberes Intergeracional” realizado no Centro Universitário UNILEÃO. A presente comunicação constrói a ideia de que o diálogo intergeracional deveria ser adotado como eixo transversal de comunicação na educação para uma melhor convivência, desenvolvimento social e interação humana. A metodologia escolhida é exploratória de abordagem qualitativa, guiada por revisão bibliográfica e análise documental, especialmente no que tange a análise de conceitos através de autores da área e instrumentos que compõe o ordenamento jurídico brasileiro. Ressalta-se a necessidade das instituições de ensino, em todos os níveis (fundamental, médio, superior), adotarem uma postura integradora das gerações, especialmente com relação a população idosa, para um contato dialógico, tendo por fundamento o paradigma da Sustentabilidade.</p> Francisca Amanda de Macêdo Anastácio Francisca Vilandia de Alencar Marcus Vinicius de Oliveira Brasil Filho Marcus Vinicius de Oliveira Brasil Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-15 2022-09-15 310 321 10.56837/fr.2022.v8.n2.472 A mediação da informação na divulgação científica //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/890 <p>Tomando como base a produção massiva de informações qualificadas e os aparatos tecnológicos de busca, observa-se que o arcabouço de conhecimentos ainda circula majoritariamente entre os pares e, muitas vezes, não é divulgado junto à população. É importante que este processo seja pensado levando em consideração as condições materiais gerais e específicas, e, nesse sentido, alcança-se que a compreensão do processo de mediação da informação em Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&amp;I) no escopo da Ciência da Informação se torna fundamental. O presente artigo traz, então, uma reflexão teórico-discursiva acerca da divulgação científica como processo de mediação da informação em CT&amp;I, no contexto das tecnologias digitais. Para tanto, toma como referência um levantamento bibliográfico no domíno das inter-relações entre Ciência da Informação e Comunicação. Apresenta alguns elementos que compõem a divulgação cientifica como estratégia de mediação da informação em CT&amp;I, na relação dinâmica com os processos, as tecnologias e os sujeitos informacionais envolvidos. Considera-se a necessidade do estabelecimento de uma educação científica, tecnológica e inovadora, que anseia fincar raízes sólidas nos contextos sociais e culturais mais amplos.</p> Tárcila Driely de Souza Cabral Edivanio Duarte de Souza Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-15 2022-09-15 322 341 10.56837/fr.2022.v8.n2.890 Produção e colaboração científica dos docentes das pós-graduações em Biblioteconomia e Ciência da Informação da Região Nordeste no período de 2013 a 2017 //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/940 <p>Por considerar a ciência em uma perspectiva acumulativa das produções e social nas relações de coautorias, esta pesquisa propõe, de modo geral, analisar os indicadores de produção e colaboração científica dos docentes dos sete programas de pós-graduação stricto sensu da região Nordeste em Biblioteconomia e Ciência da Informação, do período de 2013 a 2017, tendo como métodos a bibliometria e análise de redes sociais de coautoria. Busca colaborar com o entendimento, reconhecendo as características e a evolução da área, identificando as especificidades e os padrões, com o propósito de promover discussões, contribuições e reflexões sobre as produções da área. Trata de um estudo de caso, exploratório, analítico e descritivo, de levantamento de dados, cujo método utilizado é quanti-qualitativo, posto que, trata se de estudos métricos com resultados quantitativos de produção e qualitativos referentes a análises e interpretação dos resultados. Seu delineamento se caracteriza por ser bibliográfico. Decompõe a pesquisa em duas perspectivas, a primeira com foco de análise nas produções com os indicadores bibliométricos, na segunda, a análise da rede de coautorias. Por meio dos resultados, constatou-se que a maioria dos docentes são consideravelmente produtivos e colaborativos, evidenciando características e aspectos satisfatórios, bem como algumas das limitações e demandas nas produções. Ao final, considerou a importância do estudo e dos resultados sobre a produção dos docentes das pós-graduações da área de Biblioteconomia e Ciência da Informação, como também do produto apresentado neste trabalho.</p> Ana Karolyne Nogueira de Sousa Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-16 2022-09-16 342 343 Políticas públicas para bibliotecas escolares //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/941 <p>Aborda uma reflexão sobre as políticas públicas para bibliotecas escolares, levando em consideração os aspectos sociais e políticos desse espaço. Apresenta um recorte histórico da biblioteca escolar, da educação brasileira e das políticas educacionais, bem como proporciona um diálogo conceitual sobre a temática em questão a partir dos autores utilizados como referencial teórico. Analisa a biblioteca escolar procurando compreender o seu contexto atual e suas múltiplas possibilidades de atuação, bem como sua função educativa como promotora social e cultural. O problema que norteia a pesquisa é compreender como tem se desenvolvido a atuação da Secretaria Municipal de Educação de Juazeiro do Norte-CE no que se refere à proposição de políticas públicas para bibliotecas escolares. Neste sentido, o objetivo geral consiste em investigar como se dá as políticas públicas para bibliotecas escolares nesta Secretaria, visando propor um programa para estes espaços. Os procedimentos metodológicos da pesquisa classificam-se como descritiva e exploratória, quanto aos meios utiliza-se bibliográfica e documental, delimitando-se a estudo de caso. Em relação a natureza dos dados, este estudo se configura como quantitativo e qualitativo. Os instrumentos de coleta de dados são questionários e entrevistas, já a análise dos dados será através da análise de conteúdo. Neste sentido, a Secretaria Municipal de Educação apresenta diversas deficiências no que tange as políticas públicas para bibliotecas escolares, como: a ausência de políticas internas, a falta de um profissional bibliotecário, a falta de um sistema integrado de bibliotecas escolares, a utilização de forma inadequada das políticas existentes, dentre outras. Conclui-se que o Programa sugerido apresenta estratégias de atuação e organização para a biblioteca escolar, visando a instalação de um Sistema Integrado de Bibliotecas Escolares (SIBE), na cidade de Juazeiro do Norte.</p> Gracione Batista Carneiro Almeida Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-16 2022-09-16 344 345 Rimar para recordar //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/942 <p>Retrata sobre a representação da identidade e da memória a partir da Literatura de Cordel, com vista a fortalecer sua função enquanto canal condutor de informação e conhecimento, capaz de representar de forma significativa a cultura popular de um povo. Estabelece como condição problematizadora, uma interpelação que vislumbra depreender como as atividades desenvolvidas pela Sociedade dos Poetas de Barbalha (SPB) pode contribuir para a identidade e memória cultural de seus membros. Determina em seu objetivo geral, investigar o papel da Sociedade dos Poetas de Barbalha na construção da identidade e atualização/ressignificação da memória coletiva dos seus membros Designa no percurso metodológico, tencionando responder a problemática e atender os objetivos, a caracterização das técnicas e etapas da pesquisa, sistematizadas da seguinte maneira: na finalidade, empreendeu-se o método exploratório e descritivo; quanto aos meios, aplicou-se a estratégia bibliográfica e documental, repousando sobre a abordagem qualitativa; para a coleta de dados e evidências, optou-se pela técnica da observação participante, e, como instrumento, a entrevista semiestruturada; no que concerne a análise dos dados, empregou-se a análise documental, história oral e os estudos culturais com o intuito de traçar um histórico da formação e desenvolvimento da SPB, assim como analisar o cordel coletivo dessa entidade, intitulado “Festa de Santo Antônio de Barbalha”. Apresenta como produto final, a elaboração de um catálogo com os cordéis publicados pela SPB, bem como a biografia dos poetas membros. Conclui, elucidando as formas de representação da memória a partir das atividades desenvolvidas pela SPB, destacando o papel do cordel como ferramenta de educação patrimonial, além de suscitar o desencadeamento de outras pesquisas nesse sentido.</p> Germano Araújo Sampaio Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-16 2022-09-16 346 347 Mediação da leitura em bibliotecas públicas //periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/943 <p>Aborda a leitura no âmbito da biblioteca pública, mais especificamente a proposta de grupos de leitura no intuito de dinamizar o acervo e incentivar a leitura. O problema está alicerçado no seguinte questionamento: como é possível construir um grupo para mediação de leitura na Biblioteca Pública Municipal de Juazeiro do Norte, Ceará? O objetivo geral é: abordar as práticas de mediação da leitura em bibliotecas públicas, visando a proposta de criação de um Grupo de Leitura para a Biblioteca Pública Municipal de Juazeiro do Norte, por meio de estratégias de dinamização e de tecnologias digitais, usando como protótipo o Grupo de Leitura "Ciranda de Livros" da Livraria Nobel Cariri. Os objetivos específicos são: identificar as potencialidades de mediação da leitura na Biblioteca Pública Municipal de Juazeiro do Norte, a fim de favorecer a criação de um grupo de leitura como mecanismo para estimular leitura e leitores; verificar os níveis de leitura dos usuários da Biblioteca Pública Municipal de Juazeiro do Norte; compreender como ocorrem as práticas de mediação de leitura na Biblioteca Pública de Juazeiro do Norte e propor a criação de um grupo de leitura para a comunidade de usuários da Biblioteca Pública Municipal de Juazeiro do Norte. A metodologia se caracteriza quanto aos objetivos em descritiva e exploratória, quanto aos procedimentos técnicos em bibliográfica, quanto à análise trata-se de uma pesquisa qualitativa e teve como instrumento um questionário estruturado para coleta de dados. Por fim, ao propor a criação de um Grupo de Leitura para a Biblioteca Pública Municipal de Juazeiro do Norte, tornaremos esse espeço de informação mais dinâmico, estimulando e potencializando a leitura e os leitores.</p> Aline Carneiro de Almeida Copyright (c) 2022 Folha de Rosto https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2022-09-16 2022-09-16 348 349