OS PRODUTOS DA ECONOMIA SOLIDÁRIA: EXEMPLOS DA BUSCA DA SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA, SOCIAL E AMBIENTAL

  • Silvia Aparecida Guarnieri Ortigoza Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP Departamento de Geografia

Resumo

A Economia Solidária define-se por princípios que prezam pela justiça social, ressaltando o humano e o coletivo. Ela apresenta diversas alterações nas relações sociais e produtivas que passam a estar centradas  na  autogestão,  cooperação  e  solidariedade.  Este  artigo  aborda  os  significados  dos
produtos provenientes da economia solidária, procurando refletir sobre os limites e as possibilidades que apresentam para incorporar práticas sustentáveis do ponto de vista ambiental, mas, também de permitir  a  sustentabilidade  econômica  e  social.  Serão  destacadas  as  pesquisas  sobre  Economia
Solidária realizadas pelo Laboratório de Estudo Territoriais (LAET), do Departamento de Geografia da  UNESP  para  subsidiar  algumas  atividades  produtivas  que  estão  sendo  desenvolvidas  em  Rio Claro  (SP).  A  Economia  Solidária  tem  possibilitado  a  inclusão  produtiva  de  muitas  famílias  na
cidade de Rio Claro e, levado a melhoria das condições gerais de vida, diminuindo as desigualdades em âmbito municipal. Este novo caminho econômico representa uma alternativa viável que permite integrar  seus  produtos  aos  qualitativos  dos  diferentes  territórios,  considerando  às  potencialidades
das comunidades e valorizando a cultura e a identidade local.
Publicado
2015-10-05
Seção
Artigos