Os Caminhos das Políticas Públicas de Interiorização da Educação Superior na Macrorregião do Cariri.

  • Calebe Lucas Feitosa Campelo Universidade Regional do Cariri http://orcid.org/0000-0001-5416-9037
  • Maria Lúcia Ferreira da Silva Universidade Vale do Acaraú-UVA
  • Marcos Ítalo Vitorino Pereira Universidade Leão Sampaio
  • Mateus Pereira Santana Universidade Regional do Cariri

Resumo

A partir dos anos 2000, na região do Cariri, há maior intensificação e diversificação das atividades socioeconômicas. Isso atribui novos contornos e configurações à região. A forte presença de instituições de ensino superior também é sentida nesse período. Nesse viés, o presente estudo tem o objetivo de analisar de forma crítica o fenômeno de interiorização da Educação Superior na macrorregião caririense, região esta que vem passando por processo de elevado crescimento educacional e econômico, realizando um recorte dimensional dos anos 2000 até 2015. Para isto foi realizada uma pesquisa bibliográfica-documental, tendo como baliza estudiosos que tratam da expansão do ensino superior brasileiro e para a sistematização do estudo foi utilizada uma abordagem quali-quantitativa a qual buscou como referência o censo do ensino superior brasileiro colhido e documentado a partir do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (INEP), bem como o último censo demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) .Com efeito, o trabalho apresenta um panorama dos contributos que as políticas públicas deram para a interiorização do Ensino Superior no cariri, assim como os impactos para o desenvolvimento regional e formação de um dos maiores polos universitários do interior do Ceará.Com efeito, a pesquisa ainda aponta os entraves que ainda existem para a democratização da Educação Superior, não somente no Cariri, mas a nível nacional. As análises realizadas nas discussões do pesquisa demonstram o contraste que foi criado entre o discurso de democratização da Educação Superior e o que foi efetivado na prática, demonstrando os resultados da parceria público-privado iniciado nos governos de Fernando Henrique Cardoso  e continuados pelos governos subsequentes que com as reformas e parcerias realizadas não conseguiram garantir educação pública a nível de ensino superior gratuita a toda a população, sendo fundamental a reformulação e consequente analise das políticas públicas aplicadas.

Biografia do Autor

Calebe Lucas Feitosa Campelo, Universidade Regional do Cariri
Professor do ensino básico, desenvolve pesquisas na área da educação, com foco no ensino superior.
Maria Lúcia Ferreira da Silva, Universidade Vale do Acaraú-UVA
Professora universitária, lecionando nos cursos de RH e Administração. Desenvolve pesquisas na area de desenvolvimento regional e sustentável.
Marcos Ítalo Vitorino Pereira, Universidade Leão Sampaio
Psicólogo, desenvovendo pesquisas na área da educação básica e superior.
Mateus Pereira Santana, Universidade Regional do Cariri
Graduando em ciências biológicas, bolsista do PET saúde.

Referências

BRITO, Leonardo Chagas de. A importância dos estudos sobre interiorização da universidade e reestruturação territorial. Espaço e Economia. Revista brasileira de geografia econômica, n. 4, 2014.

CHAUÍ, Marilena. (1999). A universidade operacional. Folha de S. Paulo, São Paulo, Domingo, 09 de maio de 1999. Mais! 5-3 Brasil 500 D.C.

FUSCO, Wilson; OJIMA, Ricardo. Nordeste do Brasil: interiorização do ensino superior e mobilidade pendular. Anais, p. 1-8, 2017.

LIMA, Katia Regina R.; PRADO, Francisca H. Saboia; NOVAES, Marcos Adriano. Estado, Políticas Públicas, Contrarreforma e acesso à Educação Superior no governo Lula da Silva. JORNADA INTERNACIONAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS, v. 5, p. 1-10, 2011.

SGUISSARDI, Valdemar. A universidade neoprofissional, heterônoma e competitiva. Universidade: políticas, avaliação e trabalho docente. São Paulo: Cortez, p. 33-52, 2004.

MANCEBO, Deise; JÚNIOR, João dos Reis Silva; SCHUGURENSKY, Daniel. A EDUCAÇÃO SUPERIOR NO BRASIL DIANTE DA MUNDIALIZAÇÃO DO CAPITAL. Educação em Revista, v. 32, n. 4, 2016.

LEHER, Roberto. Luta de classes e mercantilização da educação brasileira. In: III International Conference Strikes and Social Conflicts: combined historical approaches to conflict. Proceedings. CEFID- UAB,, 2016. p. 959-971.

CENSO DEMOGRÁFICO 2010. Características da população e dos domicílios: resultados do universo. Rio de Janeiro: IBGE, 2011. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2010/caracteristicas_da_populaca/ resultados_do_universo.pdf>. Acesso em: nov. 2018.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/. Acesso em: nov. 2018.

BRASIL, Ministério da Educação. Disponível em: http://emec.mec.gov.br/. Acesso em: nov. 2018.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Disponível em: http://www.inep.gov.br/. Acesso em: nov. 2018.

Publicado
2019-08-20
Como Citar
Campelo, C. L. F., Ferreira da Silva, M. L., Vitorino Pereira, M. Ítalo, & Santana, M. P. (2019). Os Caminhos das Políticas Públicas de Interiorização da Educação Superior na Macrorregião do Cariri. Ciência E Sustentabilidade, 5(1), 142-159. https://doi.org/10.33809/2447-4606.512019%p
Seção
Artigos