Uma análise do programa Saúde sem Fake News através de uma abordagem baseada em análise de dados

  • Jully Porto Lopes Melo
  • Anelise Souza Rocha
  • Larissa Machado Vieira
  • Douglas Farias Cordeiro Universidade Federal de Goiás
Palavras-chave: Covid-19, Fake news, Desinformação, Análise de dados, Mineração de textos

Resumo

A circulação de fake news tem se tornado um dos maiores desafios no âmbito da comunicação, sob os mais variados aspectos, estando isso diretamente ligado ao advento e acessibilidade às tecnologias de informação e comunicação. Diante disso, autoridades têm empenhado esforços em ações que buscam o enfrentamento deste problema, através, por exemplo, do desenvolvimento de projetos que promovam a conscientização social. Neste contexto, se levando em conta o cenário da pandemia da Covid-19, a circulação de fake news se torna um problema que demanda uma maior atenção. Este artigo se propõe a realizar um estudo analítico, através da aplicação de análise de dados, para compreender o panorama das fakes news na área da saúde, a partir de análises realizadas junto às publicações veiculadas pelo projeto do Saúde sem Fake News, do Ministério da Saúde.

Referências

AGÊNCIA BRASIL. Em um ano, ministério respondeu a 11,5 mil dúvidas sobre saúde. Brasília: Agência Brasil, 2019. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2019-08/ministerio-respondeu-por-aplicativo-12-mil-duvidas-sobre-saude. Acesso em: 13 nov 2020.
AMARAL, F. Aprenda Mineração de Dados: teoria e prática. Rio de Janeiro: Alta Books, 2016.
ALLCOTT, H.; GENTZKOW, M. Social media and fake news in the 2016 election. Journal of Economic Perspectives, v. 31, n. 2, p. 211–236, 2017.
APS, L.R.M.M.; PIANTOLA, M.A.F.; PEREIRA, S.A.; CASTRO, J.T.; SANTOS, F.A.O.; FERREIRA, L.C.S. Eventos adversos de vacinas e as consequências da não vacinação: uma análise crítica. Rev. Saúde Pública, v. 52, n. 40, p. 1-13, 2018.
BAKIR, V.; MCSTAY, A. Fake news and the economy of emotions: Problems, causes, solutions. Digital Journalism, v. 6, n. 2, p. 154–175, 2017.
CONFORTO, D.; CAVEDINI, P.; MIRANDA, R.; CAETANO, S. Pensamento computacional na educação básica: interface tecnológica na construção de competências do século xxi. RBECM, v. 1, n. 1, p. 99-112, 2018.
D’ANCONA, M. Pós-verdade: a nova guerra contra os fatos em tempos de fake news. Barueri, São Paulo: Faro Editorial, 2018.
ESCOLA NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA SERGIO AROUCA (ENSP). Brasil recebe certificado de eliminação do sarampo. Disponível em: http://informe.ensp.fiocruz.br/noticias/40569. Acessado em: 14 de nov. 2020.
KAKUTANI, M. A morte da verdade: notas sobre a mentira na era Trump. Rio de Janeiro:Intrínseca, 2018.
LÉVY, P. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. [S.l.]: Editora 34, 1993.
LIMA, C.R.M.; SÁNCHEZ-TARRAGÓ, N.; MORAES, D.; GRINGS, L. Emergência de saúde pública global por pandemia de Covid-19: desinformação, assimetria de informações e validação discursiva. Folha de Rosto, v. 6, n. 2, p. 5-21, 2020.
MARTINO, L.M.S. Teoria das mídias digitais: linguagens, ambientes, redes. Rio de Janeiro: Vozes, 2014.
MITCHELL, R. Web Scraping com Python. São Paulo: Novatec, 2015.
O’REILLY, T. What Is Web 2.0 - Design Patterns and Business Models for the Next Gene-ration of Software. [S.l.]: O’Reilly Publishing, 2005.
PROVOST, F.; FAWCETT, T. Data Science para Negócios. Rio de Janeiro: Alta Books, 2016.
RAMONET, I. A explosão do jornalismo na era digital. In: MORAES, D.; RAMONET, I.; SERRANO, P. (Org.). Mídia, poder e contrapoder: da concentração monopólica à democratização da informação. São Paulo: Boitempo, 2013.
RISTOSKI, P.; PAULHEIM, H. Semantic web in data mining and knowledge discovery: a comprehensive survey. Journal of Web Semantics, Elsevier, v. 36, p. 1–22, 2016.
SERRANO, P. Outro jornalismo possível na Internet. In: MORAES, D.; RAMONET, I.; SERRANO, P. Mídia, poder e contrapoder: da concentração monopólica à democratização da informação. São Paulo: Boitempo Editorial, 2013. p. 145-182.
TEIXEIRA, J. F.; MARTINS, A. V. Fact-checking no combate às fake news sobre a COVID-19: um estudo exploratório das agências digitais de checagem de fatos contra a desinformação da pandemia. Comunicação e Informação, v.21 n.47 p.63-81. São Caetano do Sul. 2020.
VERGÈS, P.; BOURICHE, B. L’analyse des données par les graphes des similitude. Sciences Humaines, 2003.
VIEIRA, L. M.; SILVA, N.; CORDEIRO, D. Análise descritiva das fake news da saúde através de mineração de textos no Portal da Saúde. In: Congresso de Ciências da Comunicação na Região Centro Oeste, XXI, Goiânia, 2019. Anais… Goiânia: Intercom, 2020.
VOSOUGHI, S.; ROY, D.; ARAL; S. The spread of true and false news online. Science, 359, 1146–1151 (2018).
WARDLE, C. Information disorder: toward an interdisciplinary framework for research and policy making. Strasbourg: Council of Europe, 2017.
WHO. WHO characterizes COVID-19 as a pandemic. World Heal. Organ, 2020. Disponível em: https://www.paho.org/hq/index.php?option=com_content&view=article&id=15756:who-characterizes-covid-19-as-a-pandemic&Itemid=1926&lang=en. Acesso em: 13 nov. 2020.
ZHOW, L.; ZHENHUA, X.; CASTIGLIONE, G. M.; SOIBERMAN, U. S.; EBERHART, C. G.; DUH, E. J. ACE2 and TMPRSS2 are expressed on the human ocular surface, suggesting susceptibility to SARS-CoV-2 infection. BioRxiv, 2020. Disponível em https://www.biorxiv.org/content/10.1101/2020.05.09.086165v1. Acesso em :13 nov. 2020.
Publicado
2021-09-10
Como Citar
MELO, J. P. L.; ROCHA, A. S.; VIEIRA, L. M.; FARIAS CORDEIRO, D. Uma análise do programa Saúde sem Fake News através de uma abordagem baseada em análise de dados. Folha de Rosto, v. 7, n. 2, p. 3-19, 10 set. 2021.