Práticas informacionais

um estudo à luz da informação étnico-racial

  • Sabrina Clavé Eufrasio UFRGS
  • Rodrigo Silva Caxias de Sousa Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: práticas informacionais, informação étnico-racial, empoderamento racial

Resumo

Estudo netnográfico, de abordagem qualitativa e caráter exploratório-descritivo que teve como objetivo compreender as práticas informacionais, com foco na informação étnico-racial, na comunidade do Facebook “VOCÊ É PRETO? ENTÃO DEVE SABER! II” e sua relação com o empoderamento racial. Ao corpus de dados de setecentos e cinquenta e uma postagens foi aplicada a técnica de Análise de Conteúdo, sendo obtidas cinco categorias, sendo elas: forma de composição do conteúdo da postagem; tipo da postagem; fonte de origem da informação; motivação e práticas informacionais. As postagens na comunidade virtual analisada apresentam na composição uma combinação composta por imagem+link+texto, caracterizadas como opinião, oriundas de outras páginas públicas do Facebook ou produzidas diretamente no grupo. Dentre as principais motivações para tais práticas estão o engajamento social e interesse pela comunidade, sendo compartilhadas e produzidas mensagens auxiliando seus membros na constituição do empoderamento racial, caracterizando o espaço como um quilombo virtual. As práticas informacionais no grupo analisado são caracterizadas pelas peculiaridades das temáticas relacionadas à informação étnico-racial, sendo construída e compartilhada através da vivência do cotidiano das/os negras/os na sociedade.

Biografia do Autor

Sabrina Clavé Eufrasio, UFRGS

Mestre em Ciência da Informação. Bibliotecária no Instituto Federal do Rio Grande do Sul - Canoas.

Rodrigo Silva Caxias de Sousa, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutor em Comunicação e Informação. Professor Adjunto do Departamento de Ciências da Informação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). 

Referências

ARAÚJO, Carlos Alberto Ávila. Estudos de usuários da informação: comparação entre estudos de uso, de comportamento e de práticas a partir de uma pesquisa empírica. Informação em pauta, Fortaleza, v. 1, n. 1, p. 61-78, jan./jun. 2016. Disponível em: http://periodicos.ufc.br/informacaoempauta/article/view/2970/2694. Acesso em: 19 dez. 2020.

BARDIN, Lawrence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BERTI, Ilemar Christina Lansoni Way; ARAÚJO, Carlos Alberto Ávila. Á. Estudos de usuários e práticas informacionais: do que estamos falando? Informação & Informação, Londrina, v. 22, n. 2, p. 389-401, maio/ago. 2017. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/v/33832. Acesso em: 19 dez. 2020.

CRUZ, Ruleanderson do Carmo; ARAÚJO, Carlos Alberto Ávila. Sujeito informacional, conceito em emergência: uma revisão teórico-conceitual em periódicos Ibero-Americanos. Informação & Sociedade: estudos, João Pessoa, v. 30, n. 1, p. 1-22, jan./mar. 2020. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/43934. Acesso em: 21 dez. 2020.

CUNHA, Murilo Bastos; AMARAL, Suely Angélica do; DANTAS, Edmundo Brandão. Manual de estudos de usuários da informação. São Paulo: Atlas, 2015.

DUARTE, Adriana Bongliolo Sirihal. Práticas Informacionais: ensino e pesquisa. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 18., 2017, Marília. Anais [...] Marília, SP: UNESP, 2017. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/v/104264. Acesso em: 20 out. 2021.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

MARTINS, Gilberto de Andrade; THEÓPHILO, Carlos Renato. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

MUNANGA, Kabengele. Uma abordagem conceitual das noções de raça, racismo, identidade e etnia. In: SEMINÁRIO NACIONAL RELAÇÕES RACIAIS E EDUCAÇÃO, 3., 2004, Niterói, RJ. Anais [...] Niterói, RJ: UFF, 2004. Disponível em: https://www.geledes.org.br/wp-content/uploads/2014/04/Uma-abordagem-conceitual-das-nocoes-de-raca-racismo-dentidade-e-etnia.pdf. Acesso em: 16 fev. 2021.

OLIVEIRA, Henry Poncio Cruz de; AQUINO, Miriam de Albuquerque. O conceito de informação etnicorracial na Ciência da Informação. Liinc em revista, Rio de Janeiro, v. 8, n. 2, p. 466-492, set. 2012. Disponível em: https://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/90559. Acesso em: 23 jan. 2021.

PEREIRA, Nadja. Black Millennials of Brazil. [S. l.], 2016. Disponível em: https://pt.slideshare.net/nadjapereira/novembro-negro-black-millennials. Acesso em: 10 jan. 2021.

ROCHA, Janicy Aparecida Pereira; DUARTE, Adriana Bongliolo Sirihal; PAULA, Cláudio Paixão Anástácio de. Modelos de práticas informacionais. Em questão, [s. l.], v. 23, n. 1, p. 36-61, jan./abr. 2017. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/67014. Acesso em: 16 jan. 2021.

SAVOLAINEN, Reijo. Information behavior and information practice: reviewing the “umbrella concepts” of information‐seeking studies. The library quarterly, Chicago, v. 77, n. 2, p. 109-132, Apr. 2007. Disponível em: https://www.journals.uchicago.edu/doi/epdf/10.1086/517840 Acesso em: 21 dez. 2020.

SILVA, Renata Nascimento da. Quilombos virtuais: as novas expressões de resistência, ativismo e empoderamento negro nas redes sociais. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 41., 2018, Joinville. Anais […] Joinville: Intercom- Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, 2018. Disponível em: https://portalintercom.org.br/anais/nacional2018/resumos/R13-1211-1.pdf Acesso em: 20 out. 2021.

SILVA, Leyde Klébia Rodrigues da; AQUINO, Miriam de Albuquerque. Fontes de informação na Web: apropriação, uso e disseminação da informação étnico-racial no movimento negro da Paraíba. Transinformação, Campinas, v. 26, n. 2, p. 203-212, maio/ago. 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/j/tinf/a/ZqYkgZ53cLdStHHKy9RzMhN/?lang=pt. Acesso em: 30 nov. 2020.

SYN, Sue Yeon; OH, Sanghee. Why do social network site users share information on Facebook and Twitter? Journal of Information Science, [s. l.], v. 41, n. 5, p. 553–569, Oct. 2015. Disponível em: https://doi.org/10.1177/0165551515585717. Acesso em: 31 jan. 2021.

TALJA, Sanna. Constituting “information” and “user” as research objects: a theory of knowledge formations as an alternative to the information man-theory. In: VAKKARI, Pertti; SAVOLAINEN, Reijo; DERVIN, Brenda. (ed.). Information seeking in context. London: Taylor Graham Publishing, 1997.

THELWALL, Mike. Link analysis: an information science approach. Amsterdam: Elsevier, 2004.

VOLPATO, Bruno. Ranking: as redes sociais mais usadas no Brasil e no mundo em 2021, com insights e materiais gratuitos. In: Resultados digitais. Florianópolis, 24 ago. 2021. Disponível em: https://resultadosdigitais.com.br/marketing/redes-sociais-mais-usadas-no-brasil. Acesso em: 14 mar. 2022.

WIMMER, Andreas; LEWIS, Kevin. Beyond and Below Racial Homophily: ERG Models of a Friendship Network Documented on Facebook. American Journal of Sociology, Chicago, v. 116, n. 2, p. 583-642, set. 2010. Disponível em: https://www.journals.uchicago.edu/doi/epdf/10.1086/653658. Acesso em: 18 jan. 2021.

Publicado
2022-04-15
Como Citar
EUFRASIO, S. C.; SOUSA, R. S. C. DE. Práticas informacionais: um estudo à luz da informação étnico-racial. Folha de Rosto, v. 8, n. 1, p. 37-63, 15 abr. 2022.